Saiba quais são os destaques da Mineração no Brasil

18, nov 22 | Blog

No ano de 2021, a produção do setor mineral brasileiro chegou a 1,15 bilhões de toneladas, refletindo no aumento de 7% em relação a 2020. A atividade mineradora só cresceu durante a pandemia mostrando o quanto o Brasil é forte neste segmento. Mesmo o último trimestre não sendo tão bom, quanto o do ano passado, a mineração gera muita riqueza ao país e tem boa expectativa para os próximos anos. O setor gera muitos empregos diretos e indiretos, aquecendo a economia e ainda fomentando a indústria com matéria prima de qualidade.

Como um todo, o futuro da mineração brasileira parece bem próspero, recursos fundamentais para a indústria 4.0 como nióbio, lítio, alumina, níquel e estanho, são muito abundantes no país. O Brasil é um país que é referência na atividade extrativista e que inclusive tem a sua história misturada à mineração. Um novo passo em rumo a uma indústria com energia limpa e com baixa emissão de poluentes, seria um novo divisor de água na história da mineração no Brasil.

Mineradoras devem adotar novas medidas para se destacarem no mercado

Porém os impactos ambientais desse crescimento devem ser vistos com cautela, até porque, hoje, entendemos o quanto as mineradoras que fazem a atividade exploratória de maneira irregular, podem fazer mal à sociedade. E podem criar um problema que pode se estender por décadas quando não é realizado da maneira adequada. Desde os impactos ambientais a toda fauna e flora, como também, a mudança da sociedade causada pela atividade econômica, principalmente depois da saída da empresa.

É certo que hoje já existem leis que se preocupam com o legado que a mineradora deixará após a atividade exploratória, problemas como as barragens e uma nova vida para a população vieram muito à tona depois dos acontecimentos da última década. Hoje é de conhecimento de todos que a indústria precisa se modernizar para se tornar mais competitiva.

Foco na mineração preocupada com a sustentabilidade e responsabilidade social

A mineração tem um papel muito importante no rumo do Brasil para uma nova indústria com menos poluentes. A energia limpa e a redução de emissão de carbono são temas da COP 27, em contraponto é certo que no Brasil as mineradoras gastam grande quantidade de energia, água e emitem bastante carbono. Um crescimento de acordo com o mercado internacional botaria o Brasil na dianteira como referência neste setor.

Até porque se estamos em busca da descarbonização da indústria, os minerais para ela extraídos também precisam estar de acordo com regras que agridam menos o meio ambiente durante a sua extração. O uso de recursos alternativos como o hidrogênio verde devem se tornar cada vez mais realidade na mineração e o Brasil tem de sobra recursos para pode explorar todas estas tecnologias.

Apesar de gerar mais riqueza, ajudando a aumentar o PIB (produto interno bruto) do país, a mineração é uma atividade com impactos negativos, que podem ser cada vez mais diminuídos através do uso de novas tecnologias. Inovações e conversas que visam o desenvolvimento sustentável serão temas da Brazil Mining 2023, evento que reunirá as maiores empresas e profissionais da indústria da mineração no Rio de Janeiro.

Brasil tem grande variedade de minerais espalhadas pelo país

A corrida do homem europeu por riquezas em um continente nunca explorado, fez com que os exploradores fossem fundo dentro do Brasil mapeando as regiões para encontrar ouro, prata e pedras preciosas. Eles levaram um bom tempo até achar grande quantidade e quando encontraram, fizeram com que toda uma sociedade fosse formada dentro do Brasil, dando uma nova cara ao país.

Desde lá, mesmo com a escassez de muitos minérios, como o ouro, outros vão tomando a dianteira e provando que o Brasil é abundante em recursos minerais, principalmente com o avanço da tecnologia que vai dando importância a metais antes pouco utilizados, como o lítio e nióbio. Além destes, o Brasil é muito rico em metais como cobre, estanho, manganês, níquel, ouro entre outros.

Ferro é responsável por grande parte da produção mineral brasileira

O ferro com certeza é o maior destaque do Brasil, sendo responsável por grande parte de todo PIB gerado pelo setor, só no último trimestre, segundo dados do IBRAM (instituto brasileiro de mineração) 64% do faturamento foram originados do ferro . Desde a revolução industrial este material se tornou muito importante, agora, com a indústria 4.0 outros ele continua, fora todos os outros recursos importantes encontrados pelo país.

É certo que os estados de Minas Gerais e Pará são os que puxam a dianteira na mineração, porém existem muitos outros estados que apresentam reservas de importantes metais. Enquanto outros países dependem muito da importação de metais, o Brasil sempre está no topo em reservas de quaisquer tipos de reserva de minérios . É fácil encontrar vários tipos de metais importantes em todas as regiões do país.

No centro-oeste, por exemplo, além do pantanal e do poder da pecuária, a região concentra minas de ouro, níquel, nióbio e cobre. Nas cidades de Fazenda Nova e Morro do Ouro em Goiás é possível encontrar minas de ouro, como também em São Francisco e São Vicente no estado do Mato Grosso, já o níquel pode ser encontrado em Niquelândia e Barro Alto, dentro do mesmo estado.

Na região sul do país, apesar de ter um menor foco na atividade econômica, existem grandes reservas de carvão mineral espalhadas entre os estados de Santa Catarina e Rio Grande do Sul.

Bahia é grande destaque da mineração no nordeste

Já no nordeste a atividade mineradora é concentrada principalmente no estado da Bahia, que inclusive segue como um dos maiores estados mineradores do país. O estado baiano concentra uma enorme variedade de minerais como ouro, ferro, diamante e até urânio. A Bahia é um estado que está crescendo muito no setor da mineração e que está atraindo muitos investidores dados seu potencial de exploração.

Pará e Minas Gerais são as grandes referências da mineração no Brasil

No sudeste, o estado de Minas Gerais é com certeza a maior referência sendo o responsável pela maior parte das exportações para mercados como China e Estados Unidos. As reservas de minerais principalmente de ouro e ferro, localizados no quadrilátero ferrífero conforme já abordado em nosso blog, garantem a Minas Gerais potencial para extração durante centenas de anos.

Este estado liderou praticamente décadas como referência como mineração no Brasil, porém nos últimos tempos a região norte também se tornou uma grande referência extrativista. Vale ressaltar que São Paulo também é um destaque, porém na extração de granitos e agregados para construção civil.

O norte do país possui todas as riquezas que a Amazônia pode oferecer, também possui grandes reservas de importantes minerais. O estado tem a sua atividade exporta toneladas de ferro e bauxita todo ano. Paragominas e Oriximiná possuem grandes reservas de bauxita, matéria-prima do alumínio, enquanto em Carajás é referência na mineração de ferro, sendo a maior mina a céu aberto do mundo.